A acessibilidade é uma preocupação constante da arquitetura e urbanismo nas últimas décadas. Grande parte da população tem dificuldade ou limitação de locomoção temporária ou permanente. Só no Brasil, segundo o Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010, são mais de 45 milhões de Pessoas com Necessidades Especiais (PNE).

A NBR 9050 é uma norma da Associação Brasileira de Normas técnicas (ABNT) que define aspectos relacionados às condições de acessibilidade no meio urbano. Um projeto arquitetônico, para que esteja de acordo com os parâmetros estabelecidos pela NBR 9050, precisa permitir o acesso universal a todas as pessoas, independentemente de suas características físicas, da sua postura ou mobilidade, garantindo que utilizem os espaços de forma plena e livre de barreiras.

O papel do arquiteto e urbanista, por meio dos projetos urbanos ou dos projetos de edificações residenciais e comerciais, é aplicar as normas de acessibilidade tanto na elaboração dos projetos para construção quanto para reforma de edificações. Veja alguns exemplos de acessibilidade que não podem faltar num projeto arquitetônico:

RAMPAS

As rampas são uma alternativa às escadas quando se quer vencer um desnível e ao mesmo tempo assegurar o acesso de quem tem dificuldades de locomoção. Apesar de aparentemente simples, é necessário calcular sua inclinação de acordo com as normas de acessibilidade.

PLATAFORMAS ELEVATÓRIAS

Projetada para o transporte para até dois níveis de percurso, a plataforma elevatória pode ser residencial ou comercial.

PISO TÁTIL

É o piso diferenciado com textura e cor sempre em destaque, deve ser perceptível por pessoas com deficiência visual e baixa visão.

BANHEIROS ADAPTADOS

Um dos locais que mais oferecem este risco aos PNE, devido ao fato de ser um ambiente que se mantém úmido em boa parte do tempo, são os banheiros. Por isso é muito importante projetar um banheiro adaptado, com portas de acessos amplas, boa iluminação e com barras de apoio, trazendo mais conforto e segurança ao usuário.