O paisagismo de uma residência parece a cereja do bolo, mas na verdade é mais do que isso. Faz a diferença no projeto, dá vida e faz o ambiente respirar. Além de embelezar, ele compõe espaços, direciona acessos e define áreas permeáveis, calçamentos e compõe espaços de convívio e descanso. Para executar um projeto de paisagismo é necessário também conhecimento do profissional  de botânica, ecologia, plantio e tipologia de materiais de revestimentos de pisos que proporcione um ambientação harmoniosa de todo o projeto. É possível ser utilizado em residências, prédios , sacadas, lajes impermeabilizadas, paredes verdes, praças e etc. Em cada caso, o solo, a insolação e o local vão determinar a tipologia de plantas, revestimentos, tipos de florações, arbustos, arvores de pequeno e grande porte, frutíferas ou não.

Inicialmente, prepara-se o solo, com níveis e desenhos bem definidos. Depois vem a colocação de boa terra com nutrientes necessários para o bom que o desenvolvimento do plantas. Em seguida, é a vez da criatividade para compor com plantas, cores, volumes e projetos arquitetônicos para áreas de convívio como gazebos, decks, bancos, áreas de descanso. Vale ainda pensar em uma grande área gramada para deitar e fazer um piquenique ou olhar o céu à noite. Um último desejo seria uma composição luminotécnica para dar ênfase ao embelezamento.

As espécies das plantas variam muito conforme o espaço e a utilidade da área verde. Em paredes podem ser compostas com plantas chamadas popularmente de trepadeiras, ou compor um sistema de irrigação vertical que proporcione a composição de vários tipos de plantas, como samambaias, heras, murta, bougainville etc.