Uma cortina tem a utilidade de mediar a iluminação do ambiente, mas também é uma peça chave na decoração da sala, do quarto ou da cozinha da sua casa. O mercado oferece muitas opções. Desde a tradicional cortina de tecido até a mais funcional persiana, de tecido ou de alumínio. Antes mesmo de escolher o modelo, meça o espaço da janela, o ideal é que o material escolhido fique além do vão em pelo menos 18 cm. Assim não há risco de passar luminosidade. As cortinas precisam ter relação com o restante do ambiente e na maioria das vezes, dão uma sensação de aconchego, de finalização.

Veja abaixo a diferença e a mudança nos ambientes conforme o modelo e escolha o que fica melhor na sua casa:

– Cortinas de tecido – é o tipo mais tradicional de cortina, com uma variedade de tecidos, cores e texturas. A definição do tecido é importante porque vai deixar o caimento da cortina mais pesado ou mais leve, isso influencia diretamente na tipologia do acabamento como costuras em ilhós, romana, prega macho, prega fêmea e outros.

Pode contar com um varão (madeira ou cromado) no acabamento e para sustentação, ou colocados com corrediças quando se tem o rebaixamento em gesso. O tecido precisa ter uma boa folga no tamanho do espaço para facilitar a abertura e fechamento e ainda para evitar a passagem de luminosidade com o movimento do vento, por exemplo. Também necessita de lavação de tempos em tempos. Alguns tecidos mais simples, como o voal, podem ser lavados em casa na máquina de lavar.

Imagem 01 – Cortina de tecido (esq.), fonte Americanas. Tipos de acabamento (dir.), fonte Arquidicas.

– Persianas de tecido – se o ambiente é muito iluminado, não é o modelo ideal. A não ser que ele tenha um bloqueador solar embaixo, como o black-out. Na sala, a indicação é de um tecido mais leve, com isso a sensação de aconchego é maior.

Imagem 02 – Persiana de tecido, fonte Persianas Online.

– Persianas de alumínio ou madeira – é bonito e fácil de limpar, porém tem uma durabilidade menor. No caso de persianas de alumínio, é fácil de ser achatado, por exemplo. A sugestão é que seja utilizado em ambientes em que ficará mais isolado da circulação de pessoas. No caso de persiana de madeira, é possível compor com cortinas de tecido.

Imagem 03 – Persiana de alumínio, fonte Persianas Online. Persiana de madeira (dir.), fonte Casa de Valentina.