Não há nada melhor do que ter privacidade dentro da própria casa. Ouvir música alta, ter liberdade sem desrespeitar os vizinhos ou ver aquele filme de ação que não tem graça se não for no volume máximo. Para atender essa demanda, o mercado oferece inúmeras possibilidades de isolamento acústico, que variam de equipamentos específicos até revestimentos e elementos decorativos.

Ao desenvolver um projeto arquitetônico de reforma ou de construção, já é possível utilizar materiais que evitam o constrangimento de incomodar ou ouvir o que rola na vida de quem mora ao lado. Caixilhos acústicos, de alumínio ou compostos por vidros duplos ou triplos, vedam o apartamento ou a casa do ruído externo. Placas de gesso acartonado ou lã podem ser colocadas internamente na execução das paredes para evitar também a propagação de ruído de um cômodo para outro.

Foto 01 – Corte de janela anti-ruído com vidro triplo. Fonte: www.construindodecor.com.br/

Observe qual é o barulho que incomoda para então definir a melhor solução. Se o ruído vier do andar de cima, é possível colocar forros acústicos na própria laje. Há forros feitos de material isolante e gesso que acabam sendo mais indicados para prédios e escritórios. Agora, se o barulho que está te tirando o sossego vem do vizinho no mesmo prédio, ele entra pelas lajes (piso ou teto). Aí é nessas superfícies que você deve investir em isolamento, lembrando que quanto mais denso o material, maior sua capacidade de absorção do som. Isso quer dizer que um piso cerâmico sempre gerará mais barulho do que um piso com tacos em madeira por exemplo.

Foto 02 – Piso acústico. Fonte: www.attytudedecoracoes.com.br/

Se sua casa é alugada, é possível fazer alguns ajustes na decoração para trazer tranquilidade ao lar. Distribuir tapetes no ambiente e instalar cortinas com forros podem ser uma boa opção. Elas amenizam muito a entrada de barulho externo e melhoram a acústica dentro do ambiente.

 

Assim, de acordo com a sua necessidade o mercado oferecerá a solução. Importante verificar as principais fontes de ruído para, em seguida, propor a melhor solução que poderá variar desde a colocação de elementos de decoração como tapetes e cortinas, até janelas com vidros duplos e portas antirruído. Para não errar, primeiro identifique as fontes de ruído para depois partir em busca das diversas soluções disponíveis no mercado. Se estiver em dúvida fale com um arquiteto, ele é o profissional indicado para orientar sobre as soluções mais eficientes para atender a sua necessidade de isolamento acústico.